Consertada


Eu tenho umas revistas de gastronomia, e apesar de não comprá-las mais, sempre gosto de ter algo em mãos e atualizadas sobre o assunto (vou voltar a comprar revistas!). A internet facilitou muito a troca de receitas e experiências, mas também apresenta muito material de baixa qualidade.

Numa dessas revistas, a Gula de março de 2007, número 173, tem uma reportagem sobre a comida servida a Dom Pedro II e sua mulher, dona Teresa Cristina quando visitaram a estância hidromineral de Caldas da Imperatriz, pertinho de Florianópolis.

Uma das receitas abordadas é a Consertada, assim descrita: “dizia-se que a bebida, além de deliciosa, tinha a propriedade de curar males associados aos estados gripais, de ‘consertar’ as pessoas, daí o nome”.
A preparação é muito simples, e pode ser servida como aperitivo ou como digestivo, anota aí:

- 500 ml de café forte
- 500 ml de cachaça de boa qualidade
- Gengibre, cravo e canela a gosto
- Açúcar mascavo a gosto

Em uma panela misture o café, a cachaça, o gengibre o cravo e a canela e adoce com o açúcar ao seu gosto. Leve ao fogo para os aromas se expandirem e retire do fogo antes de ferver. Sirva quente.

Rende 1 litro, por isso, se for pra poucas pessoas, diminua as quantidades, ok?


1 comentários:

Frau M. disse...

Deve esquentar até a alma - não há friagem que resista!

Postar um comentário

 
 
 
 
 

 
Premium Blogger Themes