Risoto - Dicas e Instruções



Eu sei que existem mil lendas em relação à preparação de risotos. E, infelizmente, acho que isso pode intimidar quem nunca fez. Veja bem, não tem mistério, basta seguir as instruções.

Isso não quer dizer que você não possa inovar nos ingredientes, o risoto é super democrático, aceita praticamente qualquer ingrediente como estrela.




Pra gravar pra sempre, aqui vão as dicas para preparar um bom risoto:

- Faça sempre com um arroz próprio para risoto: arbório, carnaroli e vialone nano são os mais conhecidos;

- Nunca lave o arroz, você estará tirando o amido do grão. Ele é essencial para a textura cremosa do prato;

- Calcule 100 gramas de arroz cru por pessoa, equivale a ½ xícara;

- Depois de refogar a cebola, coloca-se o arroz, sem parar de mexer. Nesse momento o arroz já estará soltando o amido;

 - Regue com vinho branco e deixe evaporar;

- Quando o vinho estiver secado, vá adicionando o caldo aos poucos ;

- De preferência, use um caldo caseiro;

- O caldo deve estar sempre quente, para que não aconteça um choque de temperatura, resfriando o arroz e interrompendo a cocção;

- Vá cozinhando o arroz, sem parar de mexer. Adicione uma concha de caldo por vez, até que o risoto esteja cozido;

- Não deixe que o caldo seque totalmente, o risoto deve ficar úmido;

- Não pare de mexer, quanto mais mexer o risoto, mais cremoso ele ficará;

- Sempre finalize com um pouco de manteiga, ela dá brilho e cremosidade ao risoto;

- O tempo médio de cozimento do risoto é entre 12 e 20 minutos;

Os ingredientes são inúmeros: queijos, presunto cru, camarão, frutos do mar, cogumelos, carnes (bovina, frango, pato, etc.), frutas (como maçã, peras, pêssegos, etc.), legumes (como brócolis, cenoura, ervilhas, vagens, abobrinhas, etc.).

Sabendo disso, você vai poder fazer um risoto de qualquer sabor. Se você fizer com carne, o ideal é que ela seja selada em outra panela e adicionada no meio da cocção do arroz. Legumes também podem ser branqueados antes, ou adicionados crus para cozinhar com o arroz.


Aguarde as receitas de risoto do Pitadicas, logo logo!


3 comentários:

Anônimo disse...

É...dicas preciosas mesmo...já notei que faço algumas coisas erradas...

Alini

Anônimo disse...

Fiz hoje um risoto com alho poró (primeira vez que uso)e queijo minas frescal observando as dicas (só tinha vinho rosé aberto, mas vale né?!). Ficou coisa de restaurante chique, hehe.

Alini

pitadicas disse...

Oi Alini!

Espero que então as dicas tenham ajudado e facilitado, afinal, um risoto bem feito fica bom de qualquer sabor.

O vinho rose pode ter sido uma boa escolha, deve ter dado um sabor diferente - e pra mim isso é que vale.

Se quando você abrir um vinho e não for acabar de beber, uma boa dica é colocar em forminhas de gelo e congelar, depois é só colocar num saquinho e deixar no congelador. É muito bom pra quando uma receita pede vinho e não queremos abrir uma garrafa só pra isso (não que beber o vinho seja um problema, né? Mas ajuda!)

Beijos!

Postar um comentário

 
 
 
 
 

 
Premium Blogger Themes