Batata Rösti



Antes de passar a receita de hoje, eu vou explicar porque ela foi feita. Eu e o Amor amamos um restaurante em Florianópolis que serve batata rösti. Ela vem sempre no ponto certo, bem quentinha e são acompanhamento de dois medalhões de filé mignon pode babar. A gente ama. Só que nos mudamos de cidade e estamos a 400 quilômetros da tão amada batata.

A solução mais próxima é fazer em casa, né? A minha ficou uma delícia, mas eu confesso que prefiro a do restaurante mesmo porque lá é só sentar e pedir.

Vamos lá, essa receita rendeu 2 batatas rösti bem gordinhas.

- 4 batatas médias (tente usar batatas do mesmo tamanho, é mais fácil de controlar o cozimento)

- Recheio da sua preferência:

O meu eu fiz com calabresa, cebola em rodelas, azeitona e queijo, tudo bem picadinho.

Cozinhe as batatas com antecedência, seguindo essas regras: cozinhe as batatas com a casca, colocando em água fervente (não coloque as batatas antes de borbulhar a água). Deixe cozinhando por cerca de 20 minutos (não esqueça que tudo depende do tamanho dos ingredientes e da temperatura da sua cidade, ok? A minha cidade é bem fria, portanto, cozinhe as batatas até ficarem durinhas, tá?).

Retire as batatas do fogo, dê em choque térmico e leve para o congelador por pelo menos 1 hora. Isso, uma hora. Parece muito, mas é o tempo de você fazer o recheio e lavar a louça!


Depois que estiverem bem frias, descasque as batatas e rale bem grosso. Eu usei o processador, é mais rápido e fica mais uniforme. Tempere as batatinhas raladas com sal e pimenta e coloque um pouco em uma frigideira quente(eu coloquei um tiquinho de manteiga, só pra garantir que não grude). Adicione o recheio ainda cru por cima da primeira camada de batata e em seguida, coloque mais batata ralada. Vai ficar um ‘sanduíche’, saca?

Pra todo esse processo, eu fritei em uma omeleteira, aquelas duas frigideiras que se encaixam, mas você pode usar um prato por cima da frigideira, dá o mesmo resultado. A omeleteira somente facilita na hora de virar. Deixe o primeiro lado fritar e dourar bem, cerca de 8 minutos. Vire e deixe dourar do outro também. Para virar usando um prato, basta passar a batata para a louça e colocar de volta na frigideira do lado contrário, como se fosse virar um bolo.

Parece trabalhoso, mas não é, tá? Ela fica torradinha por fora e cremosa por dentro. Sem falar no recheio que dá uma mistura deliciosa com as batatas! ‘Bora fazer?


2 comentários:

Anônimo disse...

Hummmm! Gostei. Parece que ficou uma delícia.
Beto

Anônimo disse...

E onde é esse restaurante que vende batata rosti em Floripa? Fiquei curiosa, pois moro aqui e quase não encontro. Obrigada, bjo, Mariana

Postar um comentário

 
 
 
 
 

 
Premium Blogger Themes